Como fazer um medidor de energia elétrica com arduino

Como fazer um medidor de energia elétrica com arduino

Se você está pensando em montar um medidor de energia elétrica com Arduino para o seu projeto de automação, temos o componente certo: o sensor de corrente não invasivo SCT-013 20A.

Sensor de corrente SCT-013-020

Com ele você pode criar um sistema de medição e monitoramento de energia elétrica ou montar circuitos de proteção caso a corrente ultrapasse um determinado valor, protegendo o circuito contra sobrecargas.

O sensor de corrente SCT-013-020 faz parte de uma familia de sensores da Yhdc, e suporta correntes de até 20A. Dois fios saem do sensor e estão ligados à um plug P2, que fornece um sinal entre 0 e 1V na saída para o microcontrolador.

Como calcular a corrente de um aparelho ligado à rede elétrica

De uma forma simplificada, podemos medir a corrente exigida por um aparelho utilizando esta fórmula:

I = PE

Onde I é a corrente (em Ampéres),  P é a potência (em Watts) e E é a tensão (em Volts). Aplicando a fórmula em um aparelho cuja potência é de 2200 Watts, ligado à rede elétrica de 220V, teremos uma corrente de 10A (ampéres).

Ligando o sensor de corrente SCT-013-020 ao Arduino

Existem vários exemplos de uso dos sensores da linha SCT-013 (datasheet) com Arduino. Existe também muita discussão à respeito, já que encontramos vários circuitos diferentes e cálculos que levam em conta resistência interna de equipamentos, comprimentos de onda do sinal,  e muitas outras variáveis.

Vamos mostrar aqui uma forma resumida de como fazer um medidor de energia elétrica com arduino, que nos nossos testes se aproximou bastante dos cálculos que fizemos utilizando a fórmula I = P / E mostrada acima.

Montamos o circuito utilizando o material abaixo (resistores, capacitor, display e potenciômetro, além do medidor de corrente). Todo esse material você encontra no Kit Medidor de Energia Elétrica com Arduino, disponível na loja FILIPEFLOP:

KIT_CONTROLEDEENERGIA

O sensor SCT já vem com um plugue P2, que você pode conectar ao Arduino utilizando um adaptador. Se preferir, retire o plugue e use apenas os 2 fios que vem do sensor:

Circuito Arduino - Sensor corente SCT-013

Criamos o programa baseado nas informações do site Open Energy Monitor, utilizando a biblioteca EmonLib criada por eles e disponível neste link. Descompacte a pasta EmonLib e coloque-a dentro da pasta Libraries da IDE do Arduino.

//Programa : Medidor de energia elétrica com Arduino e SCT-013
//Autor : FILIPEFLOP

//Baseado no programa exemplo da biblioteca EmonLib

//Carrega as bibliotecas
#include "EmonLib.h" 
#include <LiquidCrystal.h>

EnergyMonitor emon1;
LiquidCrystal lcd(12, 11, 5, 4, 3, 2);

//Tensao da rede eletrica
int rede = 110.0;

//Pino do sensor SCT
int pino_sct = 1;

void setup() 
{
  lcd.begin(16, 2);
  lcd.clear();
  Serial.begin(9600);   
  //Pino, calibracao - Cur Const= Ratio/BurdenR. 1800/62 = 29. 
  emon1.current(pino_sct, 29);
  //Informacoes iniciais display
  lcd.setCursor(0,0);
  lcd.print("Corr.(A):");
  lcd.setCursor(0,1);
  lcd.print("Pot. (W):");
} 
 
void loop() 
{ 
  //Calcula a corrente  
  double Irms = emon1.calcIrms(1480);
  //Mostra o valor da corrente
  Serial.print("Corrente : ");
  Serial.print(Irms); // Irms
  lcd.setCursor(10,0);
  lcd.print(Irms);
  
  //Calcula e mostra o valor da potencia
  Serial.print(" Potencia : ");
  Serial.println(Irms*rede);
  lcd.setCursor(10,1);
  lcd.print("      ");
  lcd.setCursor(10,1);
  lcd.print(Irms*rede,1);
  
  delay(1000);
}

Configure a tensão da rede elétrica alterando a variavel rede. Altere a variável pino_stc para usar qualquer outra entrada (analógica) do Arduino.

Utilizando o medidor de corrente

O SCT-013-020 é um tipo de sensor considerado “não invasivo”. Isso quer dizer que, para medir a corrente, não precisamos efetuar nenhuma alteração no circuito que estamos medindo. Basta abrir o sensor, envolver o fio e realizar a medição:

Uma observação importante ao realizar a medição é que o sensor deve envolver APENAS UM dos fios, conforme a imagem acima. Se colocarmos os 2 fios dentro do sensor, os valores se anulam e o display mostrará o valor 0 (zero), ou algum outro valor incorreto.

Ligamos um display LCD 16×2 ao circuito mas vamos mostrar os valores que obtivemos no serial monitor, onde podemos perceber a alteração nos valores da corrente e potência.

Medindo o gasto de energia de um ferro de solda de 30W, ligado em 110V, obtivemos os resultados abaixo:

Serial monitor - Corrente ferro de solda

A potência medida foi de cerca de 33 W, bem próximo do valor mostrado na etiqueta do aparelho.

Na ligação de um monitor LCD, no qual consta o consumo de 0,5A na etiqueta, tivemos o seguinte resultado:

Serial monitor - Corrente monitor LCD

Os valores também ficaram bem próximos daqueles mostrados na etiqueta do monitor.

Conforme comentamos acima, este é um exemplo básico de utilização deste sensores, somente para fins didáticos. Faça a adequação do programa e modifique os cálculos necessários de acordo com o seu projeto.

Gostou ? Ajude-nos a melhorar o blog atribuindo uma nota a este tutorial (estrelas no final do artigo), comente e visite nossa loja FILIPEFLOP !

11
Como fazer um medidor de energia elétrica com arduino
211 votos, 4.71 classificação média (94% pontuação)

Formado em Ciência da Computação pela Universidade de Mogi das Cruzes, atualmente responsável pelo departamento técnico da FILIPEFLOP.

Compartilhe este Post

206 Comentários

  1. Joaquim Rodrigues Ramos - 21 de abril de 2017

    Boa noite a todos!
    Consegui copiar o arquivo Emonlibe, porém quando mando carregar o sckat da o seguinte erro:
    ‘EnergyMonitor’ does not name a tape.

  2. maycon bstos - 15 de março de 2017

    Qual seria a tensão do capacitor que vai ser usado no projeto?

  3. Luiz Carlos - 3 de março de 2017

    Excelente post… uma duvida, é possível usar o circuito para medir o consumo da minha residência?
    obrigado.

    • Carlo - 5 de março de 2017

      Thank you for your video sir. It really helped me a lot.
      I do have a question sir. Why is it that when there is no appliances that is being connected or turned on, still it reads some power? Please answer me sir, Thank you.

  4. Maycon Bastos - 16 de fevereiro de 2017

    boa noite,

    como seria para mostrar energia acumulada (kWh)?

  5. Marcelo Ayres - 1 de fevereiro de 2017

    Eu poderia utilizar uma placa Digispark ATtiny85 no lugar do Arduíno Uno para criar um medidor de energia elétrica como este do projeto?

  6. Wesley Souza - 26 de janeiro de 2017

    Olá. Muito bom o tutorial. Pretendo fazer com quea medição vá para um sistema via rede (IP) e não para o lcd. Você tem esse sistema também já pronto?

  7. Iandes - 18 de dezembro de 2016

    ola quero montar este projeto com tensao e corrente AC corrente at 15ap e vca ate 220 teria como alterar este codigo para estas possibilidades.

    Grato. Iandes

  8. Eros Silvestre Fagundes - 8 de dezembro de 2016

    Olá Filipe;

    Tem algum artefato para medir a tensão real de rede para ter uma energia calculada mais próxima da real?

    Um abraço;

    Eros Fagundes

  9. Daniel Fernandes - 3 de dezembro de 2016

    Oi Adilson!
    É necessário mudar alguma coisa no código para, usar um sensor de corrente de 100 A como, por exemplo esse SCT-013-100 A? pois, gostaria de controlar a rede geral da casa; Obrigado

  10. Daniel Ubaldo - 26 de outubro de 2016

    24 //Pino, calibracao – Cur Const= Ratio/BurdenR. 1800/62 = 29.
    25 emon1.current(pino_sct, 29);

    35 //Calcula a corrente
    36 double Irms = emon1.calcIrms(1480);

    Não sou técnico em eletrônica.
    Alguém poderia me explicar como chegar nos valores 29 e 1480 das funções nas linhas 25 e 36 respectivamente.
    Eu já olhei a documentação em inglês mas não entendo os termos técnicos.
    Quero saber o que é e como descobrir o número 1480, o Ratio, o BurdenR.

  11. Sufi - 22 de outubro de 2016

    Felipe,

    Tudo bem?

    Comprei com você o Kit Medidor de Energia Não Invasivo com Arduino, mas estou tendo duas dificuldades na montagem dele.

    Não estou conseguindo fazer a tela de Led funcionar. E também não consigo ligar o medidor através do cabo P2.

    Sera que você pode me dar uma orientação?

    Agradeço desde já.

  12. renato - 21 de outubro de 2016

    O sensor SCT-013 30A realiza a medição de tensão equivalentemente ao SCT-013 20A, podendo ser usado nesse projeto? Grato.

  13. Joaquim Rodrigues Ramos - 7 de outubro de 2016

    Boa tarde a todos!
    Gostaria de agradecer a você Adilson pela atenção dada a todos nos comentários, parabéns.
    Estou com dificuldades em montar e fazer funcionar um projetinho com um sensor de corrente não invasivo 100A com display 16X2 + o I2C. Não sei nem por onde começo. As informações vistas até aqui pra mim ainda estão vagas. Se tiver o passo a passo dos diagramas e da programação com os componentes. Desde já obrigado.
    Joaquim

  14. Daniel Grimophy - 13 de setembro de 2016

    Muito bom o blog.Eu comprei o sensor de corrente SCT013020. Não acho o valor da resistência interna do sensor (burden resistance) em nenhum lugar, essa informação me ajudaria a conseguir uma medida mais precisa da corrente.

    Obrigado

  15. Sergio Nakahara Costa - 12 de setembro de 2016

    Felipe boa tarde.

    Estou tentando realizar a montagem do dispositivo, porém no display já está aparecendo valores antes mesmo de ligar o sensor. O valor fica variando.
    Você poderia me auxiliar?

  16. Jose Lapao - 2 de setembro de 2016

    Boas, gostaria de saber se com este hardware é possível saber quanta energia kw/h a minha CNC caseira consumiu a fazer um trabalho? Pois quero ter uma ideia do consuma da bichinha para saber se ela é gulosa ou não?

  17. Sergio Nakahara Costa - 31 de agosto de 2016

    Fernando bom dia. Você poderua me ajudar com a montagem do medidor cim sensor de 100A?

  18. Daniel Ubaldo - 30 de agosto de 2016

    O capacitor de 100 uF é de quantos volts? Existem com diversas voltagens.

    • Joaquim - 19 de outubro de 2016

      Bom dia Daniel Ubaldo, me atrevi a responder, segundo a informação do site a tensão do capacitor é de 16V.

    • JAGoris - 19 de outubro de 2016

      Daniel, como boa norma deve-se utilizar um capacitor com tensão de trabalho no minimo com 50% a mais do que a tensão que será aplicado a ele. Neste caso especifico, você pode utilizar de 16, ou 25 volts, (mais comum no comércio), ou até com valores maiores. A unica coisa que implica é o tamanho deles. Se a aplicação for para trabalho em ambientes com alta temperatura, existem capacitores que tem estampado na embalagem este valor. tal como 105 graus. Muito aplicado em placas mãe de computadores!

  19. darlon - 21 de junho de 2016

    gostaria de comprar esse controle de energia para minha residência, qual o procedimento

  20. Marcelo - 12 de junho de 2016

    Hola, podria explicarme exactamente la funcion del circuito, porque utlizan esas resistencias con esos valores y el porque del capacitor tambien, muchas gracias!

  21. jonathan - 28 de maio de 2016

    alguem sabe me informar quais as especificacoes desse capacitor que esta sendo usado e como fazer a conexao do sensor atraves desse plug p2 ou se tem como cortar o fio e usar direto e se tiver como fica a ligacao?obrigado

  22. Uarthe - 18 de abril de 2016

    Pode trocar o potenciometro para um de 100k ??

  23. Fábio - 8 de abril de 2016

    Boa noite,
    você sabe me dizer qual é a potência máxima que o sensor de corrente suporta?
    att

    • Diego - 8 de abril de 2016

      Fábio,
      este sensor suporta até 20 A rms, a potência, então, depende da tensão com a qual o equipamento, o qual quer medir a corrente, é alimentado.
      Por exemplo:
      Para equipamentos alimentados em 127 V a potência máxima será 127*20 = 2540 W (ou VA, dependendo do FP).
      Para equipamentos alimentados em 220 V a potência máxima será 220*20 = 4400 W (ou VA, dependendo do FP).

    • Douglas - 6 de maio de 2016

      CORRENTE X TENSÃO = POTÊNCIA

      Se o sensor medir 10 A, você multiplica pela tensão da rede elétrica, no código é setado o valor 220V (ou 230V), o equipamento medido ou o grupo de equipamentos representaria uma potência ativa de 2.200W. 20A seriam 4.400W. Algo que descobri recentemente é que a variação do sensor é de apenas 1V (20A/1V), considerado assim uma mesa métrica pequena, como se tivesse pouca variação de Voltagem da rede elétrica, algo que normalmente oscila bastante. Estou estudando ainda para fundamentar o cálculo Ratio/Burned, que seria aquela variável passada como parâmetro para o método emon1.current(pino_sct, 29).

      Essa calibração para medir a corrente é considerada comum na área da eletrônica, visto que o que está sendo medido é a potência ativa do equipamento sem as variações que influenciam no consumo do mesmo, como a temperatura do ambiente, vida útil do equipamento, hábitos de consumo, por exemplo quantas vezes a porta de uma geladeira aberta. Os testes feitos pelo Inmetro são em laboratório, e tentam no máximo excluir essas variáveis das verificações, ou de alguma forma medir o coeficiente de variação através do acompanhamento das medições em determinada estação do ano.

      Preciso explicar o que de fato o sensor está medindo para colocar no desenvolvimento do meu TCC.

  24. Diego - 8 de abril de 2016

    Boa tarde galera,

    Alguém poderia me explicar de forma “sucinta” como é feita a calibração?
    calibracao – Cur Const= Ratio/BurdenR. 1800/62 = 29.
    emon1.current(pino_sct, 29);

    De onde saíram os parâmetros 1800 e 62 usados no calculo?

    Valeu!!!

    • Patrick - 10 de maio de 2016

      Aparentemente 1800 é a razao de transformaçao do sensor de corrente. Ou seja se voce teve 20A na entrada voce vai ter 20/1800 na saida = 0.01 A. 62 é a resistencia pra voce ter uma leitura em voltagem em saida e nao te corrente. O arduino nao le corrente.

      Com esse coeficiente voce re-calcula a sua corrente de entrada.

    • Patrick - 10 de maio de 2016

      O que eu nao entendo é que sabendo que 62 é a resistencia e considerando a corrente sinusoidal nos teremos uma corrente de pico Icc = √2 * 20/1800 = 0.015 A . E 0.015 * 62 = 0.97V mais o offset gerado pelo divisor de tensao nos da 3.47V. Essa tensao é bem menor que os 5V necessarios pra usar toda a resoluçao do ADC.

      O circuito entao funciona mas com uma resoluçao menor, é isso?

  25. dardo - 31 de março de 2016

    Hola, quisiera saber que cambios hay que hacer si se usa 220 volts.
    Saludos

  26. marc - 30 de março de 2016

    Hi,

    I noticed you make no use of the 33 ohm burden resistor as shown in the openenergymonitor

    https://openenergymonitor.org/emon/buildingblocks/ct-sensors-interface

    do we need de 33 ohm resistor??

  27. rivelto de souza - 15 de março de 2016

    E para incluir KWh nao precisa dos detalhes para descolar no lcd e tal so a forma de linguagem para incluir no arduino nao estou conseguindo ja fiz varias formas mas sem sucesso me ajude por favorrrrrrr

  28. Robson - 9 de março de 2016

    Para calcular o fator de potência, o circuito de tensão é monitorado até a passagem pelo zero “0V” quando então um contador de tempo é disparado até a detecção da passagem do sensor de corrente pelo zero “0A” onde cessa a contagem, conhecendo o período da rede elétrica, assim pode-se então calcular a defasagem entre corrente e tensão da rede e determinar o fator de potência.

    O sinal de tensão e corrente proveniente dos módulos analógicos são entregues as respectivas entradas analógicas, que fazem a conversão de analógico para digital (A/D). Após a conversão, o resultado de cada entrada é tratado pela biblioteca emonlib.h que salva cada entrada em uma variável do tipo double, sendo VCAL para o sensor de tensão e ICAL para o sensor de corrente. Portanto, tem-se uma variável VCAL (volts) e uma chamada ICAL (ampére), e cada uma representa o valor instantâneo de tensão e corrente presente na entrada do medidor em um dado momento. Para obter o valor da potência aparente multiplica-se V por I.

    Fonte:
    MEDIDOR DE DEMANDA DE ENERGIA ELÉTRICA RESIDENCIAL COM ACESSO REMOTO
    http://www.repositorio.uniceub.br/bitstream/235/3857/1/Gilberto%20Jos%C3%A9%20De%20Paula%20Monografia%201_2013.pdf

  29. Jose Luiz De Martini - 26 de fevereiro de 2016

    Boa tarde. Apenas uma observação para os desavisados. A medição de corrente e o produto resultante da multiplicação pela tensão não fornece os valores em Watt, mas sim em VA (volt-ampere). Isto porque a relação correta seria Potencia Ativa (W) = tensão (V) * corrente (A) * fator de potencia. O fator de potencia considera a defasagem entre a corrente e a tensão, provocado por circuitos reativos, ou seja que não sejam necessáriamente resistivos. Um ferro de soldar é resistivo e ai o F. de potencia é 1., mas um motor ou lampada eletronica possui fator de potencia entre 0 e 1, pois este é exatamente o coseno do angulo formado pela defasagem entre a tensão e a corrente. Se voce estiver pensando em usar isto para medir consumo de energia haverá de fato um erro.

    • Douglas Queiroz - 29 de fevereiro de 2016

      Bom dia,

      O que de fato consigo medir?
      É possível medir pelo menos o consumo médio de um equipamento?

      Hoje meu sistema está trabalhando na seguinte lógica, potência do equipamento X tempo de uso/1000, ou seja o consumo médio do equipamento (kW/h).

      Agradeço pelo conhecimento passado.

      Att,

      • Leandro - 29 de fevereiro de 2016

        Muito interessante isso que VC comentou, pois quando pesquisamos sobre consumo de energia em Arduíno, muito projetos utilizam esse sensor de corrente. E todos falam que não é muito preciso mas não sabia qual era o motivo. Eu achava que era devido aos ruídos. Que no meu caso mesmo a placa conectada a uma fonte externa de alimentação fica em 0.05. Um valor considerado alto.
        Para fazer um projeto onde o objetivo é o consumo de energia o mas próximo do real, existe algum outro jeito de fazer ou é esse projeto mesmo tentando incluir o fator de potência?

        Se puder entrar em contato meu email é: le.s.heredia@hotmail. Com

        Obrigado

    • Mário Rolim - 6 de maio de 2016

      Olá, no caso, como ele usou no código a formula P=V*I, foi considerado que o fp=1, então acredito que a medição estar sendo feita por ele é de potencia ativa, logo acho que estaria certo utilizar a unidade W.

      Acredito que ele deveria deixar explicito que é Potencia ativa a medição feita.

    • Un Hee Schiefelbein - 6 de maio de 2016

      Boa tarde José Luiz De Martini,
      fizeste uma boa observação em levar em conta o fator de potência, para a realização do cálculo da potencia (ativa no caso).
      Gostaria de saber se tu tens alguma sugestão de como definir o valor de potência, para o cálculo de energia neste projeto.
      Eu estou buscando soluções neste sentido, talvez separar os equipamentos que são resistivos, como por exemplo o ferro de soldar, que tu citaste e então colocar como variável fixa fp=1.
      Potência ativa = corrente x tensão x fp.
      Em fim, se puder entrar em contato meu email é: peace.unhee@gmail.com
      Desde já, obrigada :)

    • zequinhawins - 19 de agosto de 2016

      Exatamente o que eu pretendia comentar. Como vi que alguém já havia postado desisti.
      Estão só reforçando o que o amigo falou o que está sendo medido nesse EXATO exemplo é a POTÊNCIA APARENTE S=V*I, cuja unidade de medida são múltiplos do VA (volt-ampere), para quem deseja medir o consumo de energia elétrica o que se espera é a medição da POTÊNCIA ATIVA, ou seja, P=S*(fator_de_potência), cuja unidade de medida são múltiplos de W (watt). Para se calcular o fator de potencia = FP = cos(theta), devesse amostrar o sinal recebido pelo ADC e calcular a defasagem entre o ângulo de tensão e corrente que foram amostrados. O caminho das pedras é por aí.

  30. Leandro - 21 de fevereiro de 2016

    Boa noite, alguém pode falar como conectar a femeá do p2 no Arduíno para esse projeto ? Pois no projeto utiliza dois fios e para montar o p2 utilizam 3. O que devo fazer ?

    Obrigado

  31. Douglas Queiroz - 2 de fevereiro de 2016

    Boa tarde, resolvi o problema com meu display (caracteres aparecendo ao invés do que foi programado) soldando o display e conectando o no protoboard.

    Porém ele apresenta informações da potência mesmo sem nenhum fio passando pelo sensor (20A).

    Meu arduino está conectado Via USB com o computador por onde executo o exemplo postado aqui no site.

    Alguém já passou por isso?

    Obrigado!

    • Douglas Queiroz - 3 de fevereiro de 2016

      Meus resistores tem o mesmo valor e não consigo estabilizar para 0 de corrente e 0 de potência.

      Segundo o http://forum.fazedores.com/t/duvidas-monitor-de-energia-com-arduino/127/68, precisaria de uma fonte 9v ao invés de conectar o arduino pela USB.

      Está complicado ;/

      Resultado (Monitor serial):

      Corrente : 24.51 Potencia : 2695.89
      Corrente : 14.06 Potencia : 1546.50
      Corrente : 11.27 Potencia : 1239.80
      Corrente : 11.25 Potencia : 1237.34
      Corrente : 11.24 Potencia : 1236.17
      Corrente : 11.15 Potencia : 1225.96
      Corrente : 11.51 Potencia : 1265.65
      Corrente : 11.15 Potencia : 1226.34
      Corrente : 11.31 Potencia : 1243.66
      Corrente : 11.14 Potencia : 1225.73
      Corrente : 11.45 Potencia : 1259.41
      Corrente : 11.16 Potencia : 1227.63
      Corrente : 11.58 Potencia : 1273.27
      Corrente : 12.49 Potencia : 1373.63
      Corrente : 12.86 Potencia : 1414.89
      Corrente : 11.14 Potencia : 1225.39
      Corrente : 11.45 Potencia : 1259.78
      Corrente : 11.16 Potencia : 1227.64
      Corrente : 11.40 Potencia : 1253.88

    • Douglas Queiroz - 3 de fevereiro de 2016

      Bom dia,

      Estou com problemas em estabilizar a corrente e a potência do projeto do medidor de energia. Não consigo deixar com o valor 0 o sensor mesmo sem nenhum fio passando pelo sensor.

      Projeto:
      * Arduino UNO
      * Fonte USB
      * 2 resistores de 10 K
      * 1 capacitor de 100 uF
      * 1 Display LCD 16×2
      * 1 Potenciômetro de 10K para regulagem do contraste do display1
      * 1 Sensor de corrente SCT-013-020 (20A)

      Segundo o http://forum.fazedores.com/t/duvidas-monitor-de-energia-com-arduino/127/68, precisaria de uma fonte 9v ao invés de conectar o arduino pela USB.

      Está complicado ;/

      Resultado (Monitor serial):

      Corrente : 24.51 Potencia : 2695.89
      Corrente : 14.06 Potencia : 1546.50
      Corrente : 11.27 Potencia : 1239.80
      Corrente : 11.25 Potencia : 1237.34
      Corrente : 11.24 Potencia : 1236.17
      Corrente : 11.15 Potencia : 1225.96
      Corrente : 11.51 Potencia : 1265.65
      Corrente : 11.15 Potencia : 1226.34
      Corrente : 11.31 Potencia : 1243.66
      Corrente : 11.14 Potencia : 1225.73
      Corrente : 11.45 Potencia : 1259.41
      Corrente : 11.16 Potencia : 1227.63
      Corrente : 11.58 Potencia : 1273.27
      Corrente : 12.49 Potencia : 1373.63
      Corrente : 12.86 Potencia : 1414.89
      Corrente : 11.14 Potencia : 1225.39
      Corrente : 11.45 Potencia : 1259.78
      Corrente : 11.16 Potencia : 1227.64
      Corrente : 11.40 Potencia : 1253.88

  32. Donizeti - 30 de janeiro de 2016

    Ola amigo

    Tenho algumas dúvidas pode me ajudar ?
    1) É considerado a rede sempre em 110 VAC digamos que ela esteja mais alta ou baixa no momento da medição vai alterar o resultado correto ?
    2) Potencia ativa ( Watt) só teremos se for carga puramente resistiva ?
    V x A = potência aparente se não for carga resistiva estou certo ?

    • Chrystopher Borba - 8 de março de 2016

      Olá, também estou tentando fazer algo parecido, porém de fato, a tensão irá varias também, eu estou com a idéia de usar um trafo abaixador para medir também a corrente e a tensão medida, porém, devemos também levar em consideração o Fator de potencia, que no caso de uma carga resistiva será igual a 1

  33. Leandro - 28 de janeiro de 2016

    Olá, eu estou utilizando esse projeto com um sensor de 30a. Porque que mesmo com o equipamento fora da tomada, ele não marca zero ampères?
    O Arduíno está sendo alimentado na USB do computador.
    Obrigado

  34. Douglas Queiroz - 27 de janeiro de 2016

    Boa tarde,

    Estou com dificuldades em montar o circuito com todos os componentes do protótipo. Através da imagem consigo ter uma ideia do que conectar, porém estou com receio de acabar queimando minha placa Arduino Uno.

    Vou utilizar o sensor para medir uma cafeteira onde a potência média é de 1.000 Watts.
    Além do video disponbilizado no youtube, onde consigo algum passo a passo da instalação?

    • Douglas Queiroz - 27 de janeiro de 2016

      Cafeteira:
      I = 1000W / 220V = 4,54… A

      Gostaria de ter a planta do circuito, que apresente onde conectar cada fio e cada sensor.

    • FILIPEFLOP - 27 de janeiro de 2016

      Boa tarde Douglas,

      O esquema é esse mesmo mostrado no post. Para testar, você deve pegar o fio que vai da cafeteira até a tomada, e envolver um deles (apenas um), com o sensor de corrente.

      Como geralmente é difícil separar os fios que vem nesses aparelhos, recomendo que você faça uma extensão, aí fica mais fácil de vc pegar somente um dos fios.

      Abraço.

      Adilson – Equipe FILIPEFLOP

      • Douglas Queiroz - 28 de janeiro de 2016

        Boa noite Adilson,

        Justamente Adilson! O fio da cafeteira náo da para separar, por isso vou utilizar uma extensáo, conforme sugerido pelo amigo.

        Mas meu maior problema está em conectar os fios, os resistores, o display, o capacitor e o potenciometro na placa, já que pela imagem náo consego idenficar exatamente em quais posiçòes devo instalar os componentes.

        Você teria alguma planta do projeto ou uma imagem mais detalhada?

        Obrigado pela atençào!

        • FILIPEFLOP - 28 de janeiro de 2016

          Oi Douglas,

          Clique com o botão direito do mouse sobre o circuito, e escolha “Abrir imagem em uma nova guia” ou “Abrir imagem em uma nova janela”. O circuito será mostrado com mais detalhes.

          Abraço!

          Adilson – Equipe FILIPEFLOP

      • Douglas Queiroz - 28 de janeiro de 2016

        Obrigado!

        Agora é botar a mão na massa. Vamos lá.

        Abraço.

        • Douglas Queiroz - 28 de janeiro de 2016

          Boa tarde,

          Enquanto o Sensor não chega, tenho ainda algumas dúvidas:

          1- Se eu colocar um resistor maior que 10 K, posso influenciar na medição?
          2- Para que serve o potenciômetro?

          Abraço.

          • FILIPEFLOP - 11 de fevereiro de 2016

            Bom dia Douglas,

            Qualquer alteração no circuito pode influenciar na medição, mas você pode testar outros valores para que o circuito fique mais preciso. Quanto ao potenciômetro, ele serve para ajustar o contraste do LCD.

            Abraço.

            Adilson – Equipe FILIPEFLOP

  35. Luis - 25 de janeiro de 2016

    para que serve o capacitor de 100 uF

  36. Renato - 25 de janeiro de 2016

    Este sensor pode ser utilizado para correntes continuas, ou somente com alternada?

  37. Sandro - 20 de janeiro de 2016

    Olá, não entendi ao certo a razão entre corrente lida e tensão de saída. Vc’s poderiam me informar qual a tensão de saída para uma corrente de 60mA. Grato!

  38. Un Hee Schiefelbein - 23 de dezembro de 2015

    Gostaria de saber em que software foi feito o desenho do circuito e onde eu encontro o componente sensor de corrente ?

  39. Elton - 12 de dezembro de 2015

    Ola, gostaria de um projeto que detectasse tensão por aproximação, que tolerasse uma voltagem de até 20 mil Volts.

    Existe?

    • MICHAEL YOSHII - 16 de dezembro de 2015

      Você precisará de um Transformador de Potencia, esses tipos de projetos é para média e alta tensão(se quiser obter a leitura de tensão através de uma relação do TP). Mas como você explicou que é por aproximação, existe o detector de tensão usado em subestação para verificar se há tesão, não sei te dizer se tem algum que ler a tensão e informa sua leitura precisa.

  40. zauri - 10 de dezembro de 2015

    faz pra mim por favor ate sabado projeto de seminario preciso muito

  41. Rodrigo Fonseca de Andrade Júnior - 8 de dezembro de 2015

    Poderia usar para saber se a rede está ligada, tenho um cliente que precisa saber se na fazenda dele tem energia nos equipamentos que são 380v, lá já tem internet, então, precisaria apenas saber se está passando corrente e por que não medir o consumo apartir disso e caso a rede caia, emitir um aviso, via web. Esse módulo serviria para realizar essa medição numa tenção dessas ?

  42. Breno - 7 de dezembro de 2015

    Ao terminar de montar o projeto a minha tela ficou toda azul, como posso arrumar isso?

  43. Un Hee Schiefelbein - 30 de novembro de 2015

    Olá Felipe,
    estou pegando a corrente e a potencia, tudo certo, agora como faço para saber quanto em reais estou gastando com este equipamento ligado???
    Desde já obrigada :D

    • Lucas Rabelo - 1 de dezembro de 2015

      multiplique os valores
      R$ = potencia x horas x valor kW
      onde, ‘potencia’ é valor da potência do aparelho medida
      onde, ‘horas’ é o valor em horas que o equipamento (30 minutos deve-se colocar 0.5 horas, por exemplo)
      o valor do kW você encontra na sua conta de energia elétrica

      • Elisandro - 12 de abril de 2016

        Então para eu ter o custo de uma residencia toda, calculo assim:
        R$ = (total da potencia usada no mês) x (total de horas que foi monitorado) x kW/H?
        Estou achando estranho esse calculo,

  44. Clóvis - 25 de novembro de 2015

    Pessoal, necessito de auxílio para uso do LCD.
    Uso map na entrada analogica 0 a 1023 para 0 a 500:(com 5V no AD o LCD mostra 500)
    Desejo mostrar no LCD 3 casas sem virgula e os zeros á esquerda
    001 até 500
    Agradeço pelo auxílio.

  45. Luiz Henrique Girolometto - 13 de novembro de 2015

    Ola amigos teria essa mesma montagem com a raspberry?

    att

  46. Douglas - 8 de novembro de 2015

    Olá Senhores. Estou montando um projeto para medição de um circuito trifásico. No código eu abro 3 instâncias de medição. Quando visualizo no monitor serial, os valores de potência real e fator de potência estão muito diferentes. Estou testando com um motor trifásico, com um amperímetro já da pra ver que o mesmo não está balanceado, porém os valores das potências estão muito fora do normal. Com relação a potência aparente, tensão e corrente estão bem próximos. A alimentação do arduino está pela USB. Há algo que possa estar errado?

    • Lucas Rabelo - 1 de dezembro de 2015

      a potência total será a soma das potências das três fases
      verifique se está pegando amostra de corrente de linha ou de corrente de fase (lembre-se da razão de raiz quadrada de 3)

  47. Caio César - 27 de outubro de 2015

    Olá galera! Estou desenvolvendo um medidor pro meu tcc, mas não estou usando essa biblioteca do open Energy Monitor, até achar a potência tá tudo bem, só não sei como ir somando essa potência que estou achando a cada segundo, alguém tem alguma dica?

  48. Leandro - 19 de outubro de 2015

    Bom dia, como muitos aqui no blog estou desenvolvendo um trabalho para faculdade, e estou tendo algumas dúvidas e dificuldades. Minha dúvida é a seguinte, estou utilizando um sensor de 30a que também utiliza uma saída de 1v, nesse caso o circuito seria o mesmo utilizado em seu projeto? No meu caso está tendo uma variação na medição, mesmo sem nana ligado eu tenho um valor médio de 0.10 AMP no pino de leitura fica lendo 510 aproximadamente.
    Estava lendo em outros circuitos que utilizam o sensor acs712 30a que o pino analógico faz leituras entre 0 e 1023 positivo e negativo, onde o 511 (a metade) seria o 0mv. Isso ocorre aqui também?
    É normal essa variação? Tem algum tipo de filtro para colocar no circuito para diminuição de ruído?

    E o pessoal que está desenvolvimento podemos entrar em contato para nos ajudarmos também.

    Obrigado

  49. Fernando Miguel - 18 de outubro de 2015

    Adilson, estou precisando da sua ilustre ajuda, estou montando esse projeto para um trabalho da faculdade, o meu objetivo é medir o consumo de uma residencia, por esse motivo optei usar um sensor de corrente de 100 amperes, segui o seu modelo mesmo sabendo que o sensor que você usou é de 20 amperes, o resultado que tive foi interessante, ele mostra valores tudo como mostra as suas imagens, porem os valores não batem, ele esta pouca coisa fora, esta acima do que é considerável certo, tentei outros valores de calibração e continuou sem exatidão. Já li e reli o tutorial do site indicado por ti, mais não consegui sair do lugar, gostaria de saber sua opinião sobre isso, percebi que varias pessoas aqui nos comentários também precisam dessa ajuda, pelo que você entende e estudou para montar esse circuito para usar o sensor 100 A seria necessário usar resistores diferentes ou apenas modificações na calibração do sensor seria o bastante? Agradeço desde já pela colaboração.

  50. Wesley - 10 de outubro de 2015

    Bom dia.
    Estou usando o Display LCD 16X2 + Serial I2C com arduino Mega e sensor de 100A.
    Como proceder nesse caso?

  51. Carlos Rodher - 8 de outubro de 2015

    Eu queria controlar uma válvula com um servo para deixar passar a água que vai acionar a uma turbina, eu quero fazer isso com esse sensor, pode me funcionar esse sensor? pois a minha idéia é que como o consumo da energia elétrica é variável quando eu presice de mais consumo a turbina vai precisar de mais rpm para gerar mais energia então o sensor vai mandar a sinal ao arduino que vai mandar dados ao labview do consumo e então acionar a válvula para deixar passar mais água e poder fazer girar a turbina a mais rpm, um controle PID, disculpe a minha escritura eu sou do México e tem tempo que não uso o português, desde já obrigado.

  52. gustavo pereira - 6 de outubro de 2015

    Felipe boa tarde;
    qual foi a versão da IDE do arduino você usou, pois quando copia a sua programação na versão 1.6.5 da erro quando compilar .

  53. bruno machado - 4 de outubro de 2015

    BOM DIA!

    haveria a possibilidade de criar uma interface em java para mostrar os dados? você poderia ajudar de alguma forma na programação?

  54. Wesley - 1 de outubro de 2015

    Boa noite.
    Tem como fazer essa medição e usar o lcd display do Nokia 5110?
    Obrigado

  55. Caio Augusto - 1 de outubro de 2015

    Não está aparecendo nenhum valor no meu LCD oque pode ser isso ?

  56. Caio augusto - 28 de setembro de 2015

    Não está aparecendo nenhum valor no meu LCD oque pode ser isso ?
    Bom dia

  57. Caio Augusto - 24 de setembro de 2015

    Bom dia, tem como vcs mandarem o circuito para o sensor de 100A?

  58. Renan Maldonado - 23 de setembro de 2015

    Filipe,

    Montei o circuito com os mesmos componentes indicados no seu projeto.
    O Problema, é que a minha leitura fica em aproximadamente 13A quando deveria ser aproximadamente 8A.
    Tem ideia do que pode ser ?

  59. Caio Augusto - 21 de setembro de 2015

    Bom dia , estou utilizando um sensor de 100A , e gostaria de saber como posso fazer a calibração desse sensor, queria saber se o circuito sofre alguma alteração ?

  60. Fábio - 20 de setembro de 2015

    Olá, gostaria de saber se é possível medir três correntes elétricas???
    E como seria a programação???
    Muito Obrigado.

  61. Robson - 19 de setembro de 2015

    Olá, gostaria de saber se o sensor de corrente serve para detectar a corrente do painel solar? A corrente do painel e continua. Obrigado

  62. Caio Augusto - 17 de setembro de 2015

    Bom dia , nossa programação esta dando o seguinte erro :
    ‘EnergyMonitor’ does not name a type

    Bom, eu queria saber como eu posso “arrumar” esse problema .. pode me ajudar ?

  63. Mateus Ribeiro - 7 de setembro de 2015

    Por favor, alguem poderia explica o calculo da calibraçao?
    //Pino, calibracao – Cur Const= Ratio/BurdenR. 1800/62 = 29.
    emon1.current(pino_sct, 29);

    Estou utilizando o sct-013-100 que de acordo com o fabricante gera saida em tensao max 1V.

    Desde ja agradeço.

  64. paulo - 24 de agosto de 2015

    Por favor, alguem poderia explica o calculo da calibraçao?
    //Pino, calibracao – Cur Const= Ratio/BurdenR. 1800/62 = 29.
    emon1.current(pino_sct, 29);

    Estou utilizando o sct-013-100 que de acordo com o fabricante gera saida em tensao max 1V.

    Desde ja agradeço.

  65. Paulo - 22 de agosto de 2015

    Bom dia,

    Vocês teriam algo similar para o sistema trifásico ?

    Obrigado

  66. Guilherme - 17 de agosto de 2015

    Olá eu queria saber se dá para medir tensão com esse aparelho, tem como?

  67. Fábio - 17 de agosto de 2015

    Olá.
    Esse sensor de corrente não invasivo 20A SCT-013, já possui um resistor interno ou é necessário instalar um resistor externo para realizar essa medição em tensão?
    Muito Obrigado.
    Fábio S. Guedes.

  68. Paula - 10 de agosto de 2015

    Estou montando esse projeto da tela do LCD fica azul, já revi as ligações e já troquei duas vezes o potenciometro. Será que o LCD que comprei com vcs está ruim? Alguém já passou por isso?

  69. Vitor Araújo - 31 de julho de 2015

    Bom Dia,

    Estou utilizando o sensor para 100A, o esquema eletrônico de ligação que estou utilizando é esse: http://openenergymonitor.org/emon/sites/default/files/currentOnly_bb.png?width=600
    Alguém saberia informa o valor de calibração do SCT-013-000 ?
    O valor 29 de calibração serve só para o de 20A ou para o de 100A ?

    Desde já grato.
    Abraço.

  70. Eduardo - 21 de julho de 2015

    Previsão para chegada de mais unidades no estoque?

  71. Carlos Machado - 13 de julho de 2015

    O ideal para usar para medir consumo da casa é o modelo SCT 013 100 050, ele não possui resistor interno, portanto não tem tensão de offset que acaba mantendo um valor mínimo de leitura sem ter corrente, pois não
    possui trimpot para o ajuste de offset no circuito após este o sensor.
    Na revista Eletron Card tem um exemplo de como fazer este medidor utilizando este sensor de 100 amperes e 50mA de saída com todos os dados e cálculos envolvido no processo.
    Os sensores baseados em TC, ou seja transformador de corrente não pode ser utilizado para medir corrente
    contínua, mas tão somente corrente alternada. Para o caso de medir corrente contínua, sugiro o uso do sensor de corrente de efeito hall, modelos ACS712, eles servem para os dois casos ou seja, tanto corrente alternada como corrente contínua, o único interveniente que ele é invasivo, faz necessário o rompimento do fio que passa a corrente para poder ser ligado diretamente nele.

  72. Maria Cecilia - 7 de julho de 2015

    Estou fazendo um medidor de energia , estou usando o sensor de 20 A , e não consigo zerar ele ou estabilizar as medições . você poderia me ajudar , alguma programação ou variação que se encaixe ?

    obrigada.

    • Agenor Junior - 12 de julho de 2015

      Maria Cecília, tive esse problema ao fazer um contador que contava quantas vezes o motor tinha atingido a corrente nominal e já tava ficando doido pois não zerava e o cliente já tava impaciente, e ficava sempre com uma corrente fixa mesmo desligando o motor e alterava bem pouco, ficava meio doido. Descobri que não tinha instalado corretamente a biblioteca EmonLib, foi só instalar corretamente e voilà !! Funcionou certinho!!

  73. Maria Cecilia - 29 de junho de 2015

    Filipe, você poderia enviar no meu email a lib do sensor sct-013 para o fritzing?

    Obrigada

  74. José Carlos - 19 de junho de 2015

    Este sensor mede corrente continua? Se não existe qual modelo. Obrigado.

  75. Lucas Piaia - 16 de junho de 2015

    Boa noite,

    Gostaria de saber, se existe um sensor maior que o de 100A, se sim, a FILIPEFLOP tem pra vender?

  76. Vitor Rafael - 16 de junho de 2015

    qual seria o melhor sensor para se monitorar a corrente de uma central split 12.000 btu’s?

  77. Gean Carlos - 12 de junho de 2015

    A tensão desse projeto ja é projetada para 110, mais caso queira utilizar um sensor de tensão tambem, ai ele identifica se é 110, 220, e etc..
    Conhecem algum projeto do tipo?

  78. Lucas - 8 de junho de 2015

    Estou fazendo um medidor de energia , porém tambem estou usando o sensor de 100 A , e não consigo zerar ele ou estabilizar as medições . você poderia me ajudar , alguma programação ou variação que se encaixe ?

    Obrigado . Abraço .

  79. Leon Oliveira - 6 de junho de 2015

    Boa Tarde, como eu poderia converter esse resultado para Reais?
    Sou meio leigo em arduino

  80. Filipe - 20 de maio de 2015

    //Pino, calibracao – Cur Const= Ratio/BurdenR. 1800/62 = 29.
    emon1.current(pino_sct, 29);
    Os valores dessa parte do código são baseados em quê? São referentes a calibração do sensor?

    Se eu utilizar o sensor SCT013000 de 100A qual o risco ele pode trazer para o Arduíno quanto a tensão ou corrente?

    Ótimo tutorial, excelente iniciativa!

    • FILIPEFLOP - 22 de maio de 2015

      Boa noite Filipe,

      Sim, são referentes à calibração. Quanto ao sensor, o de 100A apresenta na saída variação de corrente, ao contrário do sensor de 20A, que apresenta na saída variação de tensão.

      São diferentes circuitos para cada tipo de sensor, ok ?

      Abraço.

      Adilson – Equipe FILIPEFLOP

  81. Medidor de Energia Elétrica com Arduino | Blog FILIPEFLOP - 14 de maio de 2015

    […] Confira tutorial de Como montar o seu próprio Medidor de Energia Elétrica com Arduino. […]

  82. Tomaz Henrique - 14 de maio de 2015

    Olá, preciso fazer a leitura de corrente de um equipamento porém a escala é bem menor, eu estaria lendo de 4-20mA este sensor se encaixa na minha necessidade ??

  83. João Victor - 13 de maio de 2015

    Boa tarde, tenho uma duvida sobre este projeto.
    Eu consigo montar um medidor de energia com mais de um aparelho ?
    Por exemplo montar um medidor onde meça a energia gasta da casa inteira.
    Obrigado.

  84. Tiago Martins Nápoli - 7 de maio de 2015

    Comprei recentemente na loja filipeflop essa placa gsm, mas estou com uma duvida quanto à alimentação: A placa gsm pode ser alimentada por uma bateria de 9V? Se sim, eu devo me preocupar quanto à amperagem que vai ser retirada da bateria (quanto a modelo da bateria, por exemplo)?

  85. Edney Siqueira - 28 de abril de 2015

    com esse sensor, consigo monitorar a energia de uma casa inteira?
    A ideia era colocar esse sensor próximo ao contador e gerar um contador do consumo de energia da casa inteira. Caso não seja possível com esse sensor, qual outro seria possível fazer esse projeto?

    • Lucio Flavio - 3 de maio de 2015

      Olá Edney, com esse modelo você não conseguirá. O máximo que ele mede é uma corrente de 10A.

      Por exemplo: Em uma casa com tensão de 127v quando você ligar apenas o chuveiro que na posição Inverno tem uma potência aproximada de 4400W terá o seguinte consumo de corrente (P = E x I):

      I = 4400 / 127
      I = 34

      Ou seja apenas com ligado o chuveiro você teria 3,4 vezes acima da corrente máxima para que o dispositivo suporta.

      Utilize um SCT-013-000 (mede até 100 Amperes)

      Mas por favor, MUITO CUIDADO….. (não custa avisar), mesmo comprando esse que suporta, ainda sim para quando for fazer esse tipo de instalação chame um profissional da área de elétrica, pois o barramento que fica no quadro de distribuição (melhor ponto para instalação de sua solução) é o lugar eletrificado mais perigoso de uma residência / comércio!

    • FILIPEFLOP - 22 de maio de 2015

      Boa noite Edney,

      Provavelmente não, pois esse sensor é de “apenas” 20A. Existem outros modelos que permitem a leitura de até 100A.

      Abraço.

      Adilson – Equipe FILIPEFLOP

  86. caíque carvalho - 27 de abril de 2015

    na parte abaixo do código,esse valor 29 se deu da aonde,e como foi calculado o mesmo?
    //Pino, calibracao – Cur Const= Ratio/BurdenR. 1800/62 = 29.
    emon1.current(pino_sct, 29);

  87. Wilton - 20 de abril de 2015

    Boa noite, Quais os valores de Tensão e para usar o 30A e os mesmo componentes.
    2 resistores de 10 K
    1 capacitor de 100 uF

  88. Nilsinho Pessim - 20 de abril de 2015

    Olá, esse sensor pode ser utilizado tanto em corrente AC e DC ?

  89. Edmilson - 11 de abril de 2015

    Bom dia,

    qual programa usou para fazer o desenho?

    Estou usando o Fritzing, mas mas encontro o sensor de corrente e o LCD

  90. max - 20 de março de 2015

    Boa tarde, comprei um monitor lcd 1602 que é acoplado com a placa LiquidCrystal_I2C, e não estou conseguindo visualizar os dados no display,o que devo fazer?

    obrigado

    max

  91. Hilton Rodrigues Barboza - 19 de março de 2015

    Boa tarde, se eu utilizar SCT-013- de 100A a venda no Mercado Livre, devo mudar algo na programação?
    Ou posso utilizar tanto o SCT-013-020 quanto o SCT-013-100?
    Grato pela ajuda

  92. sidnei - 28 de fevereiro de 2015

    meu da erro ao compilar, programa. nessa parte (EnergyMonitor emon1;)
    #include “EmonLib.h”
    #include

    EnergyMonitor emon1;
    LiquidCrystal lcd(12, 11, 5, 4, 3, 2);

    //Tensao da rede eletrica
    int rede = 110.0;

  93. Marcelo Cuin - 12 de fevereiro de 2015

    Olá Felipe, temos um sensor para contribuir com esse projeto seu: Sensor de Tensão AC. A ideia do sensor é pegar a exata tensão da rede elétrica. Esse é o sensor: http://www.cuin.com.br/stac Abraços.

  94. JAGORIS - 11 de fevereiro de 2015

    Muito boa a apresentação, mas alerto que este programa mede a POTENCIA elétrica (WATTS). A ENERGIA elétrica é o produto da potencia por uma unidade de tempo, no caso hora, ou seja, quanto de POTENCIA são consumidos em uma HORA (kWh). (Aquilo que cada vez pagamos mais…)

  95. manotroll - 11 de fevereiro de 2015

    da pra usar o de 100A com o mesmo código ?

    • JAGORIS - 13 de fevereiro de 2015

      Manotroll, se estiver pensando em utilizar o modelo SCT-013-000 deste fabricante você terá que mudar o esquema de conexão ao Arduíno. Este modelo tem a saída em corrente cujo valor é de 33 mA (0,033A) para cada Ampere na entrada. Os pinos analógicos do Arduíno estão preparados para medir tensão de no máximo 5VCC. Por exemplo, se for medir uma corrente de até 100A a saída do sensor será de 3,3A. Neste caso coloca-se em serie com os fios do sensor um resistor de 1,5 ohms e pelo menos 20 Watts de potencia e a queda de tensão sobre o resistor fornece os 5V para 100A de entrada no sensor! Acho que depende da aplicação isto fica complicado!
      ATENÇÃO: este tipo de circuito é PERIGOSO e somente pessoas habilitadas devem fazer, pois caso haja uma abertura do circuito de corrente de SAÍDA (os dois fios do sensor), podem aparecer tensões elevadas neste fios e provocar acidentes…(Alias, no datasheet, ultima linha em letras miúdas fala sobre isto).

      • Carlos Machado - 13 de julho de 2015

        Uma correção, o valor de 33mA é para fundo de escala, ou seja ao passar 100 amperes o TC “Transformador de Corrente” terá o seu secundário 33mA e não 3,3 Amperes. peço que corrija esta informação.

    • FILIPEFLOP - 21 de fevereiro de 2015

      Bom dia,

      O de 100A tem uma saída diferente, com variação de corrente ao invés de variação de tensão.

      Abraço.

      Adilson – Equipe FILIPEFLOP

Deixe uma resposta